5 Sintomas da tireoide

A tireoide fica localizada na parte frontal do interior do pescoço, logo abaixo do chamado pomo de adão. Essa pequena glândula tem formato parecido de uma borboleta e peso de até 25 gramas, em adultos, e sua função é de controlar todo o metabolismo do corpo, trabalhando em órgãos como o coração, cérebro, rins e fígado.

Apesar de ser pequena, tem por responsabilidade a produção e regulação da secreção de hormônios importantes. A disfunção na tireoide pode causar sintomas desagradáveis que comprometem a qualidade de vida.

Quando o funcionamento normal da tireoide se apresenta alteradamente e exagerada na produção de hormônios tireoidianos, a glândula está com o conhecido hipertireoidismo. No movimento contrário, com a diminuição da produção hormonal é o conhecido hipotireoidismo.

Nestes casos, o hipertireoidismo pode causar sintomas como agitação, dificuldade de concentração, nervosismo e emagrecimento. Já o hipotireoidismo, tem seus sintomas relacionados ao cansaço, facilidade para engordar, perda de memória, pele seca e fria, queda de cabelo e irregularidade no ciclo menstrual. No entanto, os sintomas são variados.

Leia também: Quais problemas podem surgir com a automedicação?

Fique atento aos sinais que podem indicar um distúrbio da tireoide:

  1. Cansaço extremo: A fadiga é bem comum em indivíduos que possuem hipotireoidismo, visto que a baixa quantidade de hormônios tireoidianos causa uma queda no metabolismo e nas funções do organismo. A pessoa sente sonolência, falta de energia e ânimo para realizar as atividades;
  1. Concentração e mudança de humor: há pessoas que apresentam irritabilidade, agitação e nervosismo. É comum fique mais acelerado, sinta palpitações ou tremores, bem como, casos de dificuldade de raciocínio, concentração e memória;
  2. Alterações no peso e mudanças no funcionamento do intestino: no hipotireoidismo, o metabolismo fica mais lento, diminuindo o gasto de energia e aumenta o peso. No hipertireoidismo ocorre o contrário: o metabolismo fica acelerado e a pessoa emagrece;
  3. Dores musculares: os músculos podem ser afetados nos dois tipos. São frequentes casos de dores musculares, cãibras e rigidez dos músculos;
  4. Alterações no organismo feminino: a glândula da tireoide também implica na regulação do ciclo menstrual. Tanto a falta quanto o excesso torna os ciclos irregulares, aumentando ou a reduzir o fluxo, ocorrer atrasos e sangramentos por seguidas vezes no mesmo mês.

Ademais, em excesso há aumento da temperatura corporal, maior transpiração e sensibilidade a altas temperaturas. Já em baixas quantidades (hipotireoidismo), acomete a redução da temperatura corporal e maior intolerância ao frio.

Leia também: Contratação de funcionário para sua farmácia

Fonte: Tua Saúde | Viva Bem Uol