O que você precisa saber sobre anticoncepcionais

Um dos métodos contraceptivos mais controversos, a pílula anticoncepcional está cercada de mitos e cuidados acerca da saúde feminina. Entenda tudo o que você precisa saber antes de começar a utilizar esse medicamento.

Há vários tipos de anticoncepcionais que se encaixam em cada necessidade. Imagem: iStock

TODOS OS ANTICONCEPCIONAIS SÃO IGUAIS?

Basicamente, a pílula anticoncepcional é composta pelos hormônios estrogênio e progestogênio, semelhantes aos produzidos nos ovários. Mas como escolher o tipo certo? A melhor forma de saber qual pílula vai se adaptar melhor ao seu organismo é conversar abertamente com seu médico.

Existem critérios e condições para o uso de anticoncepcionais de acordo com cada organismo, que podem ou não vir acompanhados de limitações. Somente o profissional de saúde poderá indicar qual a melhor marca e dosagem para cada paciente, levando em conta seu estilo de vida e hábitos.

COMO A PÍLULA AGE?

O propósito da pílula é inibir a ovulação e dificultar a passagem dos espermatozoides, evitando uma possível fecundação. Ao contrário do que muita gente pensa, os anticoncepcionais não podem ser utilizados como método abortivo ou pílula do dia seguinte, pois sua ação antecede a fecundação. Uma vez fecundado o óvulo, não há como a pílula fazer efeito.

E QUANTO À EFICÁCIA?

Sua maior preocupação é quanto à eficácia dos anticoncepcionais? Saiba que não há um método 100% eficaz, pois todos apresentam alguma falha. Mas atenção! O que vai definir se uma pílula é eficaz ou não será a administração do medicamento pela mulher.

Veja também: O significado dos sons do seu corpo

Esquecer de tomar o comprimido ou manter uma dosagem muito irregular pode ser prejudicial à saúde. É muito importante que a mulher tome os anticoncepcionais sempre no mesmo horário também, seguindo o modo de tomar contido na bula. Para não correr o risco, vale deixar a caixa em um local visível e de fácil acesso.

A PÍLULA PODE PERDER O EFEITO?

Há medicamentos que, quando administrados junto com os anticoncepcionais, podem reduzir a eficácia do contraceptivo, podendo haver pequenos sangramentos menstruais fora do período estipulado. É possível também que o anticoncepcional interfira no outro medicamento, portanto consulte sempre um médico para tirar suas dúvidas.

O MÉTODO PREVINE DSTs?

Os anticoncepcionais não são a única medida que deve ser considerada para se proteger de gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis. É preciso também fazer uso consciente dos preservativos masculinos ou femininos em todos os tipos de relação sexual para que a saúde de ambos os parceiros seja preservada.

Uma relação íntima nunca deve ser sinal de desconforto para nenhum dos parceiros e a saúde deve vir em primeiro lugar sempre. Se você não se sente confortável, procure conversar com seu parceiro ou parceira, para que o relacionamento a dois seja mais agradável e todos mantenham o organismo cheio de saúde.

A Líder Popular preparou incríveis ofertas para você se cuidar. Clique aqui e confira!