Como lidar com as alergias em crianças no verão

No verão são mais comuns as alergias na pele em que a exposição ao sol é maior, assim como, a exposição à areia da praia, à umidade do mar e da piscina, suor excessivo e às picadas de insetos.

A pele das crianças é mais sensível do que a dos adultos, consequentemente, seu sistema imunológico ainda em fase adaptação em se defender a fatores e agentes irritantes. Surge vermelhidão, bolinhas na pele, desconforto e coceira.

As principais alergias que se manifestam durante o verão são as chamadas dermatites, entre elas: a atópica, urticária e a dermatite de contato.

Dermatite Atópica

É uma doença de pele comum na infância, sem risco de transmissão. Provoca manchas avermelhadas na pele, principalmente, no rosto, pernas, braços e tronco.

Para trata-la, é preciso de uma boa hidratação da pele após banho com creme adequado.

Urticária

Doença de pele que aparece geralmente no verão, caracterizada por lesões avermelhadas e com inchaço, como vergões. Provocam muita coceira, podendo surgir em qualquer parte do corpo.

Seu tratamento consiste em observar qual é o agente causador e controlar os sintomas com medicamento antialérgico. Caso persistir os sintomas, um médico deverá ser consultado.

Dermatite de Contato

Alergia causada por produtos de beleza e higiene, grama, areia, como também tecido de roupas. Com a doença podem surgir manchas vermelhas na pele, como bolinhas que provocar desconforto e muita coceira.

Durante o verão deve-se evitar a exposição direta e excessiva, em horários de maior incidência entre 10h e 16h. Além do uso protetor solar, roupas, chapéus, bonés e óculos, reduza o tempo de permanência com peças molhadas, secando a criança e substituindo suas roupas após o banho de piscina ou de mar. Usar de esteiras e calçados e aplicar repelente contribuem para minimizar o contato da pele com a superfície e prevenir picadas.

Por fim, é importante manter o corpo hidratado, com consumo frequente de água, e usar de loções e cremes apropriados para a idade da criança, após a exposição ao sol e constante de superfícies.

Fonte: Hcor | Crescer