Máscara durante a atividade física sem desconforto

Mesmo na hora de se exercitar em busca de uma vida mais saudável, a máscara ainda é um item obrigatório para evitar a disseminação do novo coronavírus. Mas como manter o ritmo dos treinos sem tirar a máscara? Separamos algumas dicas para você não correr riscos e se manter saudável.

ACESSÓRIO OBRIGATÓRIO PARA A ROTINA

Apesar da volta às atividades cotidianas estar ocorrendo de forma gradual, ainda estamos passando por um momento de pandemia e é preciso continuar evitando aglomerações e contato próximo sem máscaras. E quando o assunto é atividade física ao ar livre, ela ainda se faz necessária?

Leia também Hidratação antes, durante ou depois dos exercícios?

Sim. Mesmo em locais abertos, a máscara minimiza as chances de que seu sistema respiratório entre em contato com o vírus, além de ser uma medida de segurança para manter seguras as outras pessoas também.

EXERCÍCIOS FÍSICOS AJUDAM A MANTER A SAÚDE

Quando estiver em um ambiente público, a máscara é um item obrigatório desde as práticas de atividades mais brandas até os exercícios mais pesados. Na caminhada, por exemplo, na corrida, ou para andar de bicicleta, é possível utilizar máscaras e se manter protegido sem sofrer com o desconforto respiratório.

 

Mesmo durante a prática de exercícios ou ao ar livre ou em academias é importante se manter seguro.

De acordo com estudo feito na Universidade de Tecnologia de Eindhoven, na Holanda, o distanciamento considerado seguro para evitar o contágio em treinos ao ar livre é de 4 metros durante uma caminhada e dez metros durante corridas.

Comece fortalecendo seu sistema imunológico

Você pratica ciclismo? Para quem está pedalando, a distância segura ideal chega a 20 metros. Mas as recomendações não valem só para esses casos. Se exercitar dentro de academias e fazer aulas de dança ou pilates também oferecem riscos, portanto capriche na proteção.

DIMINUIR O DESCONFORTO COM A MÁSCARA É POSSÍVEL

Para quem não quer deixar as atividades de lado, mas sente desconforto respiratório na hora de fazer os exercícios de máscara, vale uma dica: comece a pegar mais leve nos treinos nesse momento. Seja reduzindo um pouco o tempo ou a intensidade dos exercícios ajuda a manter o ritmo. Ainda mais quando falamos dos aeróbicos, como a corrida, o ciclismo e a caminhada.

Conheça exercícios para aliviar dor nas costas

É fato que as atividades físicas ajudam a manter a imunidade em dia, mas treinos muito intensos podem surtir efeito contrário ao que se espera, provocando quedas no sistema imune e facilitando o aparecimento de sintomas ao contrair a covid-19.

EXISTEM TIPOS DIFERENTES DE MÁSCARAS PARA EXERCÍCIOS?

Não há até o momento estudos consolidados mostrando que alguns tipos de máscara são melhores do que outros. É importante ter em mente que as máscaras PFF1 ou PFF2 são as que oferecem maior proteção contra o coroanvírus. Se for usar máscaras de algodão ou descartáveis, atenção! Elas não podem ficar úmidas de suor, pois perdem a validade protetora e você estará mais vulnerável ao vírus. Além disso, o tempo máximo de uso da máscara seca é de 4 horas. Depois, é preciso trocar.

MANUSEIO E TAMANHO IDEAL DA MÁSCARA

Na hora de manusear sua máscara, tenha cuidado. O acessório precisa passar embaixo do queixo e estar acima do nariz de modo que fique fixo no rosto e ao mesmo tempo confortável. Máscaras frouxas, que você precise ficar colocando a mão para arrumar estão proibidas.

Tenha sempre uma máscara substituta às mãos, para evitar ficar sem proteção, caso algo danifique o material da que estiver usando. Lembre-se: sua mão estará em contato com superfícies e o álcool em gel é outro item indispensável.

Se puder se exercitar em casa, evite aglomerações. Se for correr ou pedalar, prefira horários mais tranquilos, com menos circulação de pessoas. Cuide da sua saúde e proteja os outros à sua volta.

Clique aqui para ver nossas ofertas

 

Fonte: Ministério da Saúde | UOL | Correio Brasiliense | Globo Esporte